Polícia prende guardas acusados de extorsão

Uma força-tarefa da Delegacia Seccional de Americana prendeu, na tarde e noite desta sexta-feira, sete guardas municipais acusados de extorsão na cidade de Hortolândia (105 quilômetros de São Paulo). Todos tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça.De acordo com o delegado seccional de Americana, Paulo Roberto Rodrigues Jodas, um oitavo guarda, também com prisão decretada, conseguiu fugir. A maioria foi presa ainda no horário de trabalho.Os acusados foram investigados durante um mês, segundo o delegado. A polícia tem gravações que mostram parte dos presos exigindo dinheiro de traficantes de Hortolândia para não serem incomodados. Sem direito a cela especial, os guardas foram levados para a cadeia pública de Santa Bárbara d´Oeste. Eles estão, entretanto, separados de outros presos.As investigações continuam, segundo o delegado. Nenhum representante da prefeitura foi encontrado para falar a respeito das prisões. Os nomes dos acusados não foram revelados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.