Polícia prende homem com 50 armas na Bahia

Domingos Jorge Assunção foi preso ontem por policiais da cidade de Feira de Santana a 108 quilômetros de Salvador com 50 armas de vários modelos e calibres. Ele foi denunciado por um assaltante detido no inicio da semana que informou ter adquirido o revólver que portava na oficina de Assunção na cidade de São Sebastião do Passé, no Recôncavo Baiano. Na delegacia o acusado se identificou como "armeiro" para justificar a grande quantidade de espingardas, revólveres, pistolas e rifles achadas em sua casa. Disse que não fornecia armas para bandidos, mas consertava na verdade para uma clientela de qualidade, policiais civis e militares. Contudo, negou-se a fornecer os nomes dos "clientes". Ao ser indagado sobre o fato de ter uma grande quantidade de armas e munição explicou que as pessoas não iam buscar. "Elas vão acumulando pois os clientes não vão buscar e a tendência é ir crescendo". Entre as peças encontradas estão um rifle com mira telescópica e balas calibre 50, com poder de derrubar um helicóptero. Os policiais disseram que Assunção poderia de fato trabalhar como armeiro, mas precisaria apresentar uma autorização do Exército e Polícia Federal para exercer a função, o que não ocorreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.