Polícia prende homem que roubou casa do comandante do Gate

Um ladrão enganou uma oficial da PolíciaMilitar, casada com o comandante do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar. Vestindo uniforme dos Correios, um dos seus comparsas conseguiu que a tenente-coronelOlga Della Lucca, mulher do capitão Diogénes Viegas Dalla Lucca, abrisse o portão da residência do casal para receber a falsaencomenda. O assalto à casa ocorreu em julho.Valcir Antonio da Silva, de 41 anos, acusado de liderar o grupo que praticou o crime, foi preso às 23h30 desta terça-feira pela Polícia Civil.A polícia chegou ao acusado por meio de denúncia recebida por um investigador do esquadrão antibombas do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra). A polícia sabia de um lugarque ele costumava freqüentar: uma padaria. Os policiais foram até lá e esperaram o acusado. Quando ele chegou a um orelhão, foi detidoe levado à 3ª Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio.De acordo com o delegado Valter Abreu, a tenente-coronel reconheceu o acusado, que negou o crime. Segundo a polícia, Silva liderou o roubo à casa dos oficiais. No dia, um de seus companheiros, branco, magro e de cabelos pretos, chegou vestido de carteiro. Tocou a campainha. Olga abriuo portão e foi dominada pelos ladrões. Eles levaram laptop, revólver, carregadores, celular e dinheiro. Deixaram a falsa encomenda: bombons e chocolates.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.