Polícia prende mãe e filho acusados de tráfico

A polícia prendeu Denise Aparecido Neto Valentim, de 37 anos, e seu filho Eduardo Abramo Neto Valentim, de 19, sob a acusação de manterem uma rede de tráfico de drogas que distribuía uma tonelada de maconha por mês na Grande São Paulo e em Campinas.O chefe da rede é o marido de Denise, Antonio Abramo Valentim, o Toninho, que comandava tudo de dentro da penitenciária de Getulina, no interior do Estado de São Paulo. De acordo com o diretor do Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), delegado Ivaney Cayres de Souza, Toninho é integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC).Denise fazia parte do grupo de familiares de presos do PCC, responsável por recolher dinheiro para a organização. A investigação da polícia começou há dois meses. Agentes do Grupo Especial de Repressão ao Crime Organizado do Denarc foram nesta quinta-feira ao sobrado de Denise, na Rua Oscar Marques, em Ferrazópolis, em São Bernardo do Campo, e encontraram 100 quilos de maconha.Além da droga, os policiais apreenderam balança, documentos, computador e três carros. ?Ela disse que trabalha para o marido, que está preso?, afirmou o delegado. A droga vinha do Paraguai para ser distribuída no Estado. A polícia vai estudar os documentos apreendidos para tentar encontrar mais provas sobre o funcionamento do esquema de venda da droga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.