Polícia prende menor que matou garota de 11 anos

A polícia civil de São José dos Campos prendeu na madrugada de hoje um menor de 15 anos, principal acusado de matar a menina Mirian Duarte da Silva, de 11 anos, na última quinta-feira. O menor, que teve a identidade preservada pela polícia, foi detido na zona sul da cidade, durante a operação Bairro a Bairro, instituída pelo delegado seccional Roberto Monteiro. "Durante a ação recebemos uma denúncia anônima informando quem seria o autor do disparo e onde ele estava naquele momento". O acusado foi encaminhado para a Vara da Infância e Juventude, onde permanecerá detido numa cela especial durante cinco dias. O crime aconteceu na noite de quinta-feira e chocou a população do Parque Industrial, um bairro de classe média. A adolescente Mírian chegava do supermercado com a mãe, por volta das 22h30, quando ao abrir o portão de sua casa foi abordada por três homens encapuzados. Segundo depoimento de um primo da família, que não quis se identificar, a adolescente ficou nervosa quando anunciaram o assalto. "Eles pediram para que ela abrisse a porta da casa. Estavam com pressa. Como ela estava nervosa, não conseguia abrir e começou a chorar. Um dos caras ficou mais nervoso ainda e pensou que ela estava impedindo o assalto. Aí deu um tiro nas costas dela." Miriam morreu na hora, na frente da mãe, Isabel Duarte, de 47 anos que ficou em estado de choque. No velório, ninguém quis falar com a imprensa. A polícia agora tem pista dos outros dois envolvidos e pretende prender os acusados nas próximas horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.