Polícia prende motorista de ambulância transportando maconha

Nove pacientes estavam sendo transportados junto com 41 quilos da droga prensada atrás do banco do veículo

10 de agosto de 2007 | 16h37

Transportando nove pacientes, entre eles uma idosa cadeirante e crianças deficientes em uma ambulância, o motorista João Ramão Lopes, 47 anos, foi preso nesta sexta-feira, 10, com 41 quilos de maconha prensada, atrás do banco do veículo.   Lopes é funcionário da Prefeitura Municipal de Coronel Sapucaia (MS), na divisa com o Paraguai. Os passageiros da ambulância estavam sendo transportados para hospitais de Campo Grande.   Segundo nota da Polícia Federal, as ambulâncias daquela prefeitura estão sob suspeitas desde ontem, quando outro motorista, Clamério Neves Holsbach, 42 anos, foi assassinado quando dormia.   A cidade de Coronel Sapucaia é separada de Capitán Bado, onde existem as maiores plantações de maconha no Paraguai, apenas por uma avenida Luiz Fernando Costa, o Fernandinho Beira-Mar, tinha uma lista com 54 nomes de pessoas residentes em Coronel Sapucaia, que foi apreendida pela Polícia Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
MaconhaAmbulânciaMato Grosso do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.