Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Polícia prende quadrilha de clonadores de celulares

A Polícia do Paraná desmantelou uma quadrilha internacional responsável pela clonagem de mais de 200 mil telefones celulares no Brasil. Na cidade de Campinas, interior de São Paulo, a polícia paranaense prendeu o chefe da quadrilha, Willian Wadith Zakhour, de 47 anos; Mariana Ferreira Cardoso da Silva, de 25 que seria amante de Willian; seu irmão Abrahão Correia da Silva Filho, de 32; Rosa Soares de Oliveira Gomes; e o vietnamita Tran Van Quang, de 46 anos.Após denúncia, há três meses, da operadora de telefonia celular Tim Sul, a polícia deu início às investigações sobre a suspeita de uma série de clonagens nos Estados do Paraná e Santa Catarina.A investigação levou os policiais a seis endereços na cidade de Campinas, onde funcionavam as centrais telefônicas para a clonagem dos aparelhos. Lá a polícia encontrou centrais telefônicas que operam com equipamentos de última geração em informática, como notebooks e computadores, ligados a uma instalação de linhas telefônicas fixas. Ainda foram encontrados "radares", que instalados próximos a aeroportos captam até dez mil números de telefones dos sistemas TDMA e CDMA e permitem o posterior uso das linhas pela quadrilha.Os policiais apreenderam também agendas telefônicas, que mostram relações entre Willian Zakhour e pessoas dos EUA, Argentina, Bolívia, países do antigo bloco socialista, tais como Polônia, Rússia e Cazaquistão, além dos países árabes, entre eles o Líbano e Kwait.

Agencia Estado,

21 de setembro de 2004 | 14h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.