Polícia prende quadrilha e estoura central telefônica

A polícia de Barueri, na Grande São Paulo, prendeu, na noite desta terça-feira, 29, uma quadrilha acusada por tráfico de drogas e por manter uma central telefônica clandestina utilizada para o tráfico e para a comunicação entre presos dentro dos presídios.De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, o bando foi descoberto por meio de escutas telefônicas que levaram os agentes até uma adolescente de 15 anos, que transportava 100 cápsulas de crack e 25 de cocaína, por volta das 17h30 de terça.Após o depoimento da adolescente, a polícia chegou ao bando formado por Tainá Fábio Gomes Rafael, de 18 anos, a mãe dela, Cleunice Fábio Gomes, de 35 anos, Cleyton Graça Lucena, de 22, Anderson de Sousa Campos, de 22, e Renata Alexandra de Oliveira, de 21 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.