Polícia prende quadrilha ligada ao PCC

A Polícia Militar de Campinas prendeu no final da tarde desta segunda-feira cinco integrantes de uma quadrilha especializada em roubo de carros, próximo à entrada do distrito de Barão Geraldo, em Campinas, a 100 quilômetros de São Paulo. Durante a perseguição, dois criminosos que faziam parte do bando conseguiram fugir, e uma pessoa morreu. Os policiais acreditam que o bando era liderado por Waldson Milton de Paula Lima, que está foragido desde o ano passado da Penitenciária III, de Hortolândia. O líder do grupo, que não foi preso, teria ligações com o Primeiro Comando da Capital (CPP), a quem é atribuída a megarrebelião de presos em São Paulo, no dia 18 de fevereiro. A tentativa de seqüestro relâmpago de um empresário, que saia com malote de um dos shoppings da cidade, chamou a atenção dos seguranças, que acionaram a polícia. O bando deixou o local, levando o malote, em dois carros e, durante a fuga, roubaram outros três veículos. Os criminosos, durante o cerco e perseguição policial, acabaram provocando dois acidentes de trânsito. Um dos carros utilizado pelo grupo bateu na traseira de um caminhão. Ninguém ficou ferido. Já no outro, um dos veículos utilizados pela quadrilha bateu de frente com outro automóvel. Uma pessoa, ainda não identificada morreu no local. O dinheiro levado pelo bando, cujo valor não foi divulgado, foi recuperado pelos policiais. A policia também encontrou dentro dos veículos armas e muita munição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.