Polícia prende suspeito da morte de segurança de Cabral

A polícia prendeu nesta terça-feira o primeiro suspeito de envolvimento no assassinato de um policial militar que atuava como segurança de filhos do governador Sérgio Cabral Filho (PMDB). Ricardo Martins da Silva, 26 anos, o Orelha, foi preso na Rua Camarista Méier, no bairro Boca do Mato, zona norte. O delegado Roberto Gomes, da 26.ª Delegacia de Polícia (Todos os Santos), informou que Silva confessou a participação no crime. O suspeito tem antecedentes criminais por roubo de carros e sua prisão foi decretada pela 20.ª Vara Criminal do Rio a pedido do delegado, depois que as investigações indicaram que ele era um dos criminosos envolvidos no caso. O PM Guaraci de Oliveira Costa, 28 anos, morreu na madrugada da segunda-feira, depois de ter sido baleado seis vezes, no Engenho de Dentro, bairro vizinho à Boca do Mato, por dois homens que estavam em uma kombi. Os bandidos o abordaram quando ele se dirigia para o trabalho em seu Pálio Weekend. Costa teria reagido a uma tentativa de assalto. O homem preso nesta terça-feira também teria sido baleado no tiroteio. Os criminosos levaram o carro e a pistola do PM. O Pálio foi encontrado, queimado, horas depois, em um matagal na Camarista Méier. Depois do episódio, Cabral Filho anunciou que pediria ao governo federal que tropas das Forças Armadas passassem a patrulhar as ruas do Rio.

Agencia Estado,

10 Abril 2007 | 20h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.