Polícia prende suspeito de assassinar 39 pessoas em Goiânia

Vigilante teria confessado mortes de mulheres e moradores de rua; crimes envolviam motociclistas, que agiam de modo semelhante

Marília Assunção, Especial para O Estado

15 Outubro 2014 | 12h23

GOIÂNIA - Um suspeito de ser o assassino em série de mulheres em Goiânia foi preso pela Polícia Civil e teria confessado 39 mortes, entre mulheres e moradores de rua. O homem tem cerca de 26 anos, é vigilante em uma empresa de segurança privada e foi identificado  como Thiago Henrique Gomes da Rocha.

O diretor da Polícia Civil de Goiás, João Carlos Gorski, iniciou uma entrevista coletiva às 11h30 na Secretaria de Segurança Pública para falar sobre a investigação que levou à prisão do rapaz.

A previsão é de que o suspeito seja apresentado nesta quinta-feira, 16.

O suspeito foi preso na noite desta terça-feira, 14, onde reside, uma casa no Conjunto Vera Cruz, na Região Noroeste de Goiânia. Com o vigilante, foi apreendido um revólver calibre 38.

Uma força tarefa da polícia investigava 15 assassinatos de mulheres e um de homem, além da tentativa de homicídio e agressões contra outras duas jovens, desde janeiro, envolvendo motociclistas suspeitos que agiam com as mesmas características. 

Mais conteúdo sobre:
Goiás Serial killer Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.