AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Polícia prende suspeito de matar padre na Bahia

O delegado André Maurício, que investiga a morte do padre italiano Luís Lintner, assassinado na semana passada no bairro periférico de Cajazeira 5, anunciou ter prendido na manhã de hoje Luís Santos Conceição, suspeito de participação no crime. Segundo o delegado, outras duas pessoas estariam envolvidos no crime e estão sendo procurados pela polícia.Centenas de fiéis e amigos do padre Lintner participaram ontem de uma missa de corpo presente na Igreja da Santíssima Virgem Maria de Nazaré, uma última homenagem dos paroquianos ao padre que desenvolvia importante trabalho social, de ajudar jovens carentes e evitar a criminalidade em Cajazeira 5. Vários missionários estrangeiros em atuação em diversos estados brasileiros compareceram à cerimônia, presidida pelo cardeal-arcebispo primaz do Brasil, Dom Geraldo Majella Agnelo.Dom Geraldo destacou a presença solidária do religioso numa comunidade carente e sustentou que padre Lintner pode ter sido mesmo vítima de um crime de vingança. "Ele cuidava para que aqueles que trilhavam o caminho do erro, da droga, tivessem amparo, força, para se reintegrarem e naturalmente não agradou a muita gente: ao que tudo indica parece mesmo uma vingança", disse. Lintner foi morto quando chegava em casa e teria reagido, conforme a primeira versão da polícia, quando um assaltante exigiu que entregasse as chaves do seu carro. O corpo do religioso deve ser trasladado amanhã para a Itália, para cumprir o seu desejo de ser sepultado em sua terra natal.

Agencia Estado,

20 de maio de 2002 | 13h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.