Corpo de Bombeiros/Divulgação
Corpo de Bombeiros/Divulgação

Polícia prende suspeito de raptar e abusar de menina no RS

Crime aconteceu em Capão da Canoa; no celular do detido, foram encontrados arquivos com imagens de crianças em atos sexuais

Chico Guevara, Especial para o Estado

10 de fevereiro de 2016 | 13h29

PORTO ALEGRE - A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu um homem suspeito de estuprar uma menina de 5 anos na última segunda-feira, 8. Marco Aurélio Bitencourt, de 40 anos, foi preso em casa. O crime aconteceu em Capão da Canoa, um dos principais balneários do litoral gaúcho.

A menina desapareceu na tarde de segunda-feira, quando brincava na frente da casa de sua avó, no bairro Santa Luzia. Ela foi encontrada à noite, caminhando sozinha pela cidade. Além de um ferimento no rosto, foi constatado que a vítima foi violentada.

De acordo com os policiais, uma denúncia anônima levou até o paradeiro do suspeito. Levado à delegacia, Bitencourt negou o crime. Disse apenas que deu uma carona para a criança e a levou para sua casa. Em seu celular, entretanto, foram encontrados arquivos com imagens de crianças em atos sexuais. Entre elas, a menina raptada.

No fim da noite desta terça-feira, 9, vizinhos colocaram fogo na casa de Bitencourt, que teve que deixar a delegacia de Capão da Canoa rumo à Penitenciária de Osório sob forte escolta.

O suspeito já tem passagens por abuso de menores. Há 12 anos, ele foi preso pelo mesmo crime, mas liberado menos de um dia depois.

Tudo o que sabemos sobre:
PORTO ALEGRESanta Luzia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.