Polícia prende traficantes de classe média no Rio

A polícia prendeu, em um condomínio de luxo da Barra da Tijuca (zona oeste), dois homens acusados de tráfico de entorpecentes. O estudante de jornalismo da Universidade Estácio de Sá Júlio César Maia Cravero, de 29 anos, e Lucas Perriconi, de 23, moram no condomínio Novo Leblon. No apartamento de Cravero, a polícia apreendeu uma balança de precisão, material para endolação, comprimidos de ecstasy e skank, além de R$ 3.300 e US$ 335 em espécie. Na casa de Perriconi, também havia drogas. "O Cravero era o cabeça e o Perriconi, um dos distribuidores dele", explicou o delegado Marcos Henrique Alves, da 16.ª Delegacia Polícia (Barra da Tijuca).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.