Polícia prende vereador suspeito de mandar matar prefeito no interior de MG

Dois outros suspeitos foram presos; crime aconteceu em outubro de 2009, quando dois homens entraram em atirando em sua casa, matando o prefeito e um amigo

Priscila Trindade, do estadão.com.br

31 de maio de 2010 | 16h50

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu no último sábado, 29, três suspeitos de participar do assassinato do prefeito de São Sebastião do Maranhão, em Minas Gerais, Gildeci Gomes Sampaio. O crime aconteceu no dia 13 de outubro do ano passado.

 

O vereador Geraldo Nascimento Santos foi preso dentro da casa de um amigo em São Sebastião. Ele é suspeito de ter sido o mandante do assassinato.

 

Entre os outros dois presos está o tio de Geraldo, João Evangelista dos Santos, e William Kennedy Lisboa. Eles foram localizados pela polícia em um sítio no município de Coluna e em Nova Serrana, respectivamente.

 

Os três estão no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional de Belo Horizonte (CERESP-BH).

 

CRIME

Gildeci foi morto dentro de sua casa. Ele conversava sobre negócios da prefeitura com um amigo quando um homem armado invadiu o local e atirou diversas vezes contra os dois. Em seguida, a dupla fugiu em uma moto. Os dois morreram na hora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.