Polícia procura autores de mortes em favela do Guarujá

A polícia do Guarujá, no litoral paulista, está na captura dos responsáveis pela morte de duas pessoas durante tiroteio na entrada da favela do Areião, no bairro da Enseada, área nobre da cidade. O conflito ocorreu na sexta-feira e deixou ferido Robson de Souza, que foi internado no hospital Santo Amaro.Os corpos das vítimas Alessandro Horácio Pereira, de 31 anos, e Márcio Levi Bispo dos Santos, de 23, foram enterrados neste sábado no cemitério de Morrinhos.Apesar do duplo homicídio ter sido registrado durante o dia, no local prevalece a lei do silêncio. Os moradores têm medo de sofrer algum tipo de represália, dificultando desta maneira o trabalho de investigação. Os policiais acreditam que o duplo homicídio esteja relacionado ao tráfico de drogas. Eles dizem que chama a atenção, para o caso, a falta de testemunhas, uma vez que a favela é muito populosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.