Polícia procura irmã do lutador de vale-tudo Vitor Belfort

As Delegacias Anti-Seqüestro (DAS) e de Homicídios (DH) investigam o desaparecimento da irmã do lutador de vale-tudo Vitor Belfort, a estudante de arquitetura Priscila Vieira Belfort, de 29 anos, desde sexta-feira. Policiais da DAS foram designados para tentar localizar a estudante. Até a tarde de ontem, a família não havia recebido nenhum telefonema ou pedido de resgate.A mãe da estudante, Maria Jovita, a deixara em frente ao prédio da Fundação Rio-Esportes, no centro, onde trabalha há doismeses como secretária, por volta das 10h30 de sexta-feira. Foi a última vez que ela foi vista. Priscila não entrou no prédio e,então, o namorado dela, Luiz Cláudio, que trabalha no mesmo local, ligou para a casa onde ela mora com a mãe, na Barra daTijuca, zona oeste. Segundo a polícia, os dois namoram há um mês. O rapaz é engenheiro e filho do deputado Márcio Fortes(PSDB).Por meio de sua assessoria de imprensa, a família de Vitor Belfort informou que não pretende se pronunciar enquanto o casonão for resolvido, para não atrapalhar as investigações policiais. No domingo, Belfort havia percorrido os hospitais do Rio à procura da irmã, sem sucesso. Depois, convocou a imprensa e fez um apelo. ?Estamos aqui desesperados, pedindo pelo amorde Deus que as pessoas possam ter solidariedade de falar onde ela foi vista?, disse, no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.