Polícia queima quase uma tonelada de maconha no Rio

A polícia Civil do Rio de Janeiro queimou hoje, no incinerador do Caju, zona portuária do Rio, cerca de 810 quilos de maconha, dos quais 310 foram apreendidos no Morro do Dendê, na Ilha do Governador; 390 quil os na Favela do Jacarezinho e os outros 120 quilos restantes em um apartamento na rua Barata Ribeiro, em Copacabana. O Objetivo, segundo o chefe da Polícia Civil, Álvaro Lins, que esteve no local, é fazer uma incineração diária ou semanal, reduzindo o acúmulo desse material em delegacias e no Instituto de Criminalística. A queima da droga foi presenciada também pela coordenadora da Primeira Central de Inquéritos, Mônica Di Pinheiro, e pelo diretor do Instituto Médico Legal, Roger Ancilloti. Desde Janeiro, segundo informou a Assessoria de Comunicação Social da Policia Civil do estado, já foram apreendidos cerca de três toneladas de drogas e, no ano passado, as apreensões chegaram a quatro toneladas em todo o estado do Rio. As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.