Polícia recaptura homem que fugiu de presídio durante massacre no RN

Pela primeira vez, órgão do governo admitiu que havia presos foragidos após rebelião

Rafael Barbosa, Especial para O Estado

16 Janeiro 2017 | 15h51

NATAL - A Polícia Militar do Rio Grande do Norte recapturou nesta segunda-feira, 16, um homem foragido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz. O presidiário afirma ter escapado da unidade durante a rebelião registrada no sábado, 14, quando 26 detentos foram assassinados. 

Foi a primeira vez que um órgão ligado ao governo do Estado admitiu que havia presos foragidos após a rebelião. Durante as entrevistas coletivas concedidas no domingo, o secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, afirmava que somente um apenado havia escapado e que logo em seguida ele foi recapturado. Seria o homem responsável por informar aos órgão de Segurança Pública o que se passava na unidade nas primeiras horas do motim.

O presidiário detido nesta segunda é Luan Franklin Anselmo da Silva, de 25 anos. Ele foi recapturado enquanto estava no bairro da Redinha, na zona norte de Natal. Silva havia realizado um assalto no bairro Pajuçara, também na zona norte, pouco antes de ser preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.