Polícia reforça patrulhamento nas sinagogas de SP

As polícias Civil e Militar reforçam a segurança nas proximidades das 50 sinagogas de São Paulo neste final de semana devido à comemoração do Rosh Hashaná, o ano novo judaico. Em toda capital, cerca de 65 policiais civis fazem rondas nas ruas próximas aos templos israelitas, tanto em carros da corporação quanto em veículos sem identificação oficial. Policiais militares dos batalhões vizinhos aos templos também intensificaram o patrulhamento. No início da tarde deste sábado, 23, aproximadamente 30 seguranças particulares protegiam as famílias que saiam da sinagoga Beit Yaacov, em Higienópolis, zona oeste. Um furgão da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância estava estacionado em frente ao local. O coordenador de segurança da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Daniel Dahan, diz que o esquema é semelhante ao dos anos anteriores. "Nossa maior preocupação é o alto índice de violência urbana". A operação será retomada no próximo domingo, dia 1º, véspera do Iom Kipur, o dia do perdão, importante data da cultura judaica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.