Polícia revida ataque e invade favela no Rio

A Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) fez nesta terça-feira uma operação com 58 agentes no complexo de favelas do Caju, na zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com o inspetor Cesar Borgia, uma quadrilha que atua naquela região seria responsável pela invasão ao depósito de veículos da Polícia Civil, no Caju, ocorrida na noite do último domingo.Na ocasião, 40 homens armados com fuzis, pistolas e revólveres dispararam dezenas de tiros contra o posto que serve de alojamento para policiciais de plantão, ferindo um deles. A polícia já tem nomes, apelidos e características físicas de bandidos que teriam participado da ação.A operação no Caju começou às 15h30 desta terça e não tinha hora para terminar. Segundo o inspetor, a invasão aconteceu devido a uma guerra entre traficantes da Barreira do Vasco, em São Cristóvão, e do Caju. Até o fim da tarde, ninguém havia sido preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.