Polícia Rodoviária de SP inicia ´Operação Corpus Christi´

A Polícia Rodoviária, em conjunto com o Departamento de Estadas de Rodagem (DER) e a Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), inicia ao meio-dia a ´Operação Corpus Christi´. O esquema especial termina na próxima segunda, dia 23, também às 12 horas. O objetivo é minimizar os impactos do elevado fluxo de veículos previsto para os dias de feriado prolongado, aumentar a segurança do trânsito e fornecer informações aos usuários durante a viagem. O DER realiza a operação apenas na Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), onde existe a previsão de maior movimento. A rodovia, que dá acesso a Campos do Jordão, deve receber cerca de 75 mil veículos durante o feriado prolongado. Entre as medidas especiais previstas para a SP-123 estão a revitalização da sinalização vertical e horizontal, acrescendo taxas refletivas, implantação de defensas metálicas nos trechos críticos e reforço no efetivo do DER e da Polícia Rodoviária da região. O DER disponibiliza para esta operação três viaturas de inspeção, dois guinchos, uma carreta de apreensão de animais, uma carretinha pipa com 1.000 litros, uma ambulância e quatro viaturas de apoio. Além disso, serão distribuídos 100 mil folhetos educativos nas rodovias e fixados cerca de 500 cartazes em pontos comerciais e hotéis de Campos do Jordão e da Rodovia SP-123. Agora cedo, o movimento ainda está tranquilo nas principais estradas que ligam São Paulo ao interior do Estado, entre elas a Anhanguera, Bandeirantes, Anchieta, Imigrantes, Castello Branco, Raposo Tavares, Dutra, Fernão Dias e Régis Bittencourt. Dersa As rodovias operadas pela Dersa - Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-070), D.Pedro I (SP-065), Anel Viário Magalhães Teixeira (SP-83), Hélio Schmidt (SP-019), Tamoios (SP-099) do km 4,5 ao 11,5, Interligação (SP-179/60), Caminho do Mar (SP-148) e Rodoanel Mário Covas (SP-021) também operam em esquema especial durante esse feriado. Na rodovia Ayrton Senna/Carvalho Pinto, a previsão do movimento de veículos é de 150 mil a 180 mil. Já na rodovia D. Pedro I, sentido Jacareí/Campinas, a expectativa é de 50 a 60 mil veículos; e no sentido Campinas/Jacareí é de 80 a 90 mil veículos, aproximadamente. As previsões de tráfego indicadas referem-se ao período de zero hora de quarta-feira, dia 18, às 24h de domingo, dia 22. A operação disponibilizará 129 funcionários e 32 viaturas que estarão trabalhando na inspeção de tráfego e serviços como socorro mecânico, ambulâncias, caminhão pipa, guinchos leve, médio e pesado. Serão usadas mensagens educativas e de orientação, utilizando faixas e placas com letras removíveis, bem como mensagens variáveis, em painéis eletrônicos. Travessias A Dersa prevê para o feriado de Corpus Christi um movimento de 110 mil veículos, nas travessias entre Santos/Guarujá; 2.500 veículos entre Guarujá/Bertioga. Nas travessias do Litoral Sul: Iguape/Juréia, 800 veículos; Cananéia/Continente, 1.000; Cananéia/Ilha Comprida aproximadamente 700 veículos. Para o Litoral Norte, na travessia São Sebastião/Ilhabela a previsão é cerca de 12 mil veículos. Os horários de maior movimento no período da manhã são entre 9 e 13 horas e, à tarde, entre 17 e 20 horas, com uma espera aproximada de 40 minutos. Durante o feriado prolongado, estarão em operação nas travessias litorâneas um total de 19 ferry-boats, além do reforço dos funcionários da Dersa que acompanharão diuturnamente o desempenho operacional. Atendimento ao Usuário - 24 horas: Disque Dersa/DER - 0800-555510 CCO Guarujá/Santos - (0xx13) 3358-2741/2395/1609 Informações On-Line: www.dersa.com.br/ www.der.sp.gov.br Celular - wap.dersa.com.br Terminal Tietê - Linhas para regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do País, interior de São Paulo, litoral norte, litoral capixaba, Minas Gerais, Rio de Janeiro e linhas internacionais para o Chile, Uruguai, Paraguai e Argentina. Terminal Jabaquara - Linhas para o litoral sul de São Paulo. Terminal Barra Funda - Linhas para cidades paranaenses, região de Sorocaba e Vale do Ribeira, Oeste de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Porto Velho (RO).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.