Polícia Rodoviária Federal flagra haitianos ilegais em Mato Grosso do Sul

Nos últimos dois dias, 14 entraram ilegamente no Brasil após cruzar a fronteira com a Bolívia

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

18 de março de 2010 | 08h57

A Polícia Rodoviária Federal do Mato Grosso do Sul flagrou nos últimos dois dias 14 haitianos que entraram ilegalmente no Brasil, após cruzar a fronteira com a Bolívia.

 

Na madrugada desta quinta-feira, 18, um grupo de seis haitianos (dois homens, três mulheres e um menino) foram detidos na Rodovia BR-262, em Miranda. O grupo estava em dois táxis, quatro no primeiro e dois no segundo veículo, respectivamente.

 

Um dos componentes do grupo falava espanhol e explicou que os taxistas estavam cobrando, cada um, em torno de U$ 200,00 para levá-los de Corumbá (cidade brasileira na fronteira com a cidade de Puerto Suarez, na Bolívia), até a cidade de Miranda, com o objetivo de chegar a Goiânia, em Goiás.

 

Outro grupo com oito haitianos (dois homens, cinco mulheres e uma criança) foi flagrado no final da tarde de terça-feira, 17, em um hotel no perímetro urbano de Miranda, numa ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil daquele município. Os próprios taxistas disseram que existe uma certa quantidade de cidadãos haitianos na fronteira intencionados a entrar no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.