Polícia Rodoviária realiza blitz e apreensões na Dutra

Drogas e produtos piratas são apreendidos; três pessoas foram detidas

Agencia Estado

21 de junho de 2007 | 13h04

Uma blitz realizada pelo Núcleo de Operações Especiais (NOE), da Polícia Rodoviária Federal, em frente a posto policial, na altura do quilômetro 18 da Rodovia Presidente Dutra, em Lavrinhas, no Vale do Paraíba, resultou em várias apreensões, entre elas a de cerca de 80 quilos de maconha. A droga estava no interior de um Citroën Xsara prata, placas JNU 9919, de São José dos Pinhais (PR), escondida no pára-choque, nos pára-lamas, nos forros das portas, bancos e teto e no duto do ar condicionado.O motorista, identificado como Florindo Dalto, de 48 anos, que já tinha passagens por tráfico e receptação, foi preso em flagrante. Segundo o inspetor Rodrigo Fagnani Silveira, do NOE, o traficante, que mora em Foz do Iguaçu(PR), onde já ficou preso, comprou a maconha por R$ 4.500 no Paraguai e a revenderia para um ex-colega de cela, por R$ 32 mil, em Nova Iguaçu, região metropolitana do Rio. Florindo foi encaminhado à Delegacia da Polícia Federal na cidade de Cruzeiro, também no Vale do Paraíba.Na mesma operação, iniciada às 19 horas da última terça-feira e que prossegue até as 19 horas desta quarta, os policiais rodoviários já realizaram outros três flagrantes em Lavrinhas. Foram apreendidos 100 DVDs piratas e efetuadas duas prisões em um ônibus de linha interestadual da Viação São Geraldo, que saiu da capital paulista e seguia para Aracaju (SE).No coletivo, havia um homem portando um revólver calibre 38, com seis munições intactas, e outro passageiro, fugitivo do sistema prisional de Itirapina(SP), onde cumpria pena por roubo. Esses três casos serão registrados na Delegacia de Polícia Civil de Lavrinhas. Também em Lavrinhas, na semana passada, os mesmos policiais rodoviários federais do NOE já haviam apreendido, na Dutra, 130 quilos de maconha no porta-malas de um Audi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.