Polícia segue nova pista no caso Celso Daniel

A suspeita sobre a presença de um assessor no apartamento do prefeito de Santo André, Celso Daniel, um dia após o seqüestro, é a nova pista que a polícia de São Paulo está seguindo para tentar descobrir quem matou o prefeito. O secretário e amigo do prefeito, Clínger Luis de Oliveira, também esteve no Departamento de Homicídios ontem, mas saiu sem falar sobre a descoberta recente da polícia. Segundo o programa Bom Dia Brasil , ele teria estado no prédio onde morava Daniel um dia depois do seqüestro, no sábado, quando o prefeito ainda estava vivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.