Polícia tem pistas dos ataques contra moradores de rua

A polícia divulgou hoje o retrato falado de dois suspeitos das agressões contra moradores de rua na capital paulista. Segundo o delegado Luiz Fernando Teixeira, a descrição dos suspeitos foi feita por uma moradora de rua da região central, que disse ter visto os suspeitos antes dos primeiros ataques, na madrugada do dia 19. De acordo com a Agência Brasil, o homem branco estava em uma moto quando um carro preto se aproximou com o homem negro, sentado no banco de trás. Ambos teriam trocado sinais.Segundo Teixeira, o depoimento da moradora é semelhante ao de outras testemunhas que falam também em um carro preto e uma moto nas áreas dos ataques. Os agressores também estariam usando roupas pretas. Os laudos preliminares das seis vítimas fatais indicam que todos foram mortos por traumatismo crânio-encefálico. O delegado afirma que nenhuma teve chance de reagir aos ataques.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.