Polícia testa plano de ação contra o PCC

As Polícias Civil e Militar testaram ontem o plano de contingência contra atentados como os praticados pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) em maio de 2006. A previsão era mobilizar toda a polícia do Estado em 45 minutos, o que ocorreu. Cones e barreiras foram colocados na frente de quartéis e delegacias e as equipes de policiais foram reunidas para responder a possíveis ataques. Às 22 horas, os policiais convocados foram dispensados pelos seus chefes sob o compromisso de permanecerem de sobreaviso durante o restante da noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.