Polícia vai divulgar retrato falado de mãe que abandonou bebê

A Polícia Civil de Taubaté pretende divulgar até sábado o retrato falado da mulher acusada de abandonar um menino recém-nascido no Hospital Universitário da cidade, no último sábado. Segundo o delegado Paulo Roberto da Silva, a polícia já apurou que o nome fornecido pela mulher ao se internar, Daniele Silva, é de uma moradora de Mogi das Cruzes. Desde que foi noticiado o abandono do menino no hospital, pelo menos quatro casais de várias cidades do Vale do Paraíba se prontificaram a adotá-lo. O caso porém continua sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar local e pela Vara da Infância e da Juventude. A adoção só será possível se a mãe da criança não for encontrada.

Agencia Estado,

23 Fevereiro 2006 | 20h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.