Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Polícia vai ouvir responsáveis por mezanino que desabou

Os responsáveis pela empresa Metropolis Materiais para Construção, cujo mezanino desabou matando um funcionário, em Campinas, deverão ser ouvidos na próxima semana no 2o Distrito Policial, informou hoje a Polícia Civil.Willian Gustavo de Araújo, de 22 anos, descansava sob o mezanino, no seu horário de almoço, quando foi atingido, ontem, por volta das 13h30. Outro funcionário, Gilberto de Souza, de 24 anos, sofreu ferimentos leves. A loja, instalada no bairro Jardim do Lago, foi interditada pela Defesa Civil e pelo Departamento Municipal de Urbanismo. Ninguém foi encontrado no depósito para falar sobre a ocorrência. A Polícia Civil informou que está aguardando laudos periciais para verificar a causa do desabamento. A Polícia Militar avaliou o peso do mezanino, no momento do acidente, em três toneladas. O local era usado como depósito de materiais. O corpo de Araújo foi retirado oito horas depois do desabamento, pelo Corpo de Bombeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.