Polícia vistoria apartamento usado por quadrilha em Santos

Policiais da Delegacia Anti-Seqüestro de São Paulo realizaram ontem, à noite, a perícia no apartamento em Santos que também foi utilizado como base pela quadrilha que seqüestrou o publicitário Washington Olivetto. No local, eles encontraram passaportes e documentos que foram levados para a capital paulista como provas da investigação.Segundo o jornal Bom Dia SP, da TV Globo, as chaves do imóvel devem ser devolvidas nesta quarta-feira ao proprietário. A imobiliária responsável pela locação do apartamento declarou ontem, à noite, que foram pagos R$ 6 mil por três meses de aluguel. Uma parte desse dinheiro foi paga em dólar.Olivetto continua em casa descansandoO publicitário Washington Olivetto continua repousando em seu apartamento, na Alameda Franca, região nobre de São Paulo. Policiais permanecem fazendo a segurança em frente ao prédio do publicitário desde que ele foi libertado do cativeiro, no último sábado, à noite, na zona sul da capital paulista. Olivetto deverá dar uma entrevista coletiva à imprensa amanhã, mas o local e o horário ainda não foram confirmados.Leia maisBando anotava em diário a rotina de Olivetto Parentes de Norambuena juntam dinheiro para vir ao Brasil Olivetto estava na lista de seqüestradores desde 1989 Chileno reclama de tratamento e pede colchão Testemunha reconhece brasileira de seqüestro de Olivetto Divulgado retrato falado de quatro seqüestradores de Olivetto Seqüestrador de Olivetto alugou apartamento na praia Dois seqüestradores estão em presídio de segurança máxima Seqüestro de Olivetto foi crime comum, diz professor Veja a galeria de imagens

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.