Policiais acham cocaína e celulares em presídio do Vale

A Polícia Militar fez nesta terça-feira uma blitz em dois presídios de segurança máxima do Vale do Paraíba. Na Casa de Custódia de Taubaté, a polícia localizou apenas dois estiletes jogados no pavilhão da casa de tratamento, onde ficam os presos considerados doentes mentais.Segundo o comandante do policiamento, Coronel Lamarque Monteiro, a direção do presídio disse que os estiletes são usados para as tarefas diárias dos presos, como trabalhos manuais. No Anexo da Custodia, onde estão os presos de alta periculosidade, nada foi encontrado.Já na penitenciária Tarciso Leonce Pinheiro Cintra, a P1 de Tremembé, foram encontradas porções de cocaína - totalizando cerca de 40 gramas - três telefones celulares, dois carregadores, estiletes de vários tamanhos, cordas e fio elétricos.Além disso, um buraco no teto da cela 32 do raio 3 também foi detectado, ocasionando a interdição do xadrez. No Vale do Paraíba, 150 homens fizeram a revista nos presídios, considerados de segurança máxima. Segundo o comandante Monteiro, este tipo de fiscalização está se transformando em rotina em todo Estado, para combater o tráfico de drogas e a facilitação de fugas nos presídios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.