Policiais acusados de matar adolescente são presos

O juiz da Vara do Júri de Campinas, Maurício Henrique Pereira Filho, acatou o pedido do Ministério Público e decretou a prisão de três soldados da Polícia Militar. Eles são acusados de homicídio triplamente qualificado com uso de meio cruel, de modo fútil e recursos sem defesa da vida. Eles são acusados de matar um adoescente.Os soldados Edmilson Cavalcanti Lins, Manoel Henrique Azevedo e Robilon Alves teriam espancado até a morte o estudante Ivo Mucillo Júnior, 17 anos, em 1º de fevereiro, em frente a casa noturna Usina Royal, no Taquaral, em Campinas.Os três, que já cumpriam 30 dias de prisão preventiva, vão continuar detidos no Presídio Militar Romão Gomes, na Capital, aguardando julgamento. O primeiro interrogatório acontece em 1º de abril. O Comando da Polícia do Interior (CPI 2) abriu uma sindicância interna que poderá resultar na expulsão dos soldados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.