Policiais apreendem 200 quilos de maconha perto da escola

Investigadores da 5ª Divisão de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), do Denarc, prenderam um casal que fornecia drogas para estudantes da Escola Estadual Professora Leonor Rondesi em flagrante na manhã desta segunda-feira com 200 quilos de maconha e porções de crack, na favela Sapolândia, em Ermelino Matarazzo, zona leste de São Paulo.A favela, que se localiza a 50 metros da escola, tem acesso ao seu campo de futebol, onde os alunos trocavam passesescolares pelas drogas.Francenildo Cosme de Souza, de 28 anos, conhecido como Nildo, e Maria do Socorro Amâncio da Silva, de 43, a Corinha, forampresos por investigadores do 5º Dise, que ainda apreenderam três celulares, balança, dinheiro do tráfico e passes escolares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.