Policiais brasileiros recebem treinamento da Swat em Brasília

Curso tem duração de uma semana e é dado para as Forças Armadas e polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária

Agência Brasil,

19 Setembro 2008 | 14h29

Desta sexta-feira, 19, até o dia 27, a Swat - polícia especial dos Estados Unidos - dá curso de treinamento tático, em Brasília, para agentes da Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Forças Armadas. O curso, que será aberto às 19 horas no auditório do Superior Tribunal de Justiça (STJ), é organizado em parceria com o Centro Avançado em Técnicas de Imobilização (Cati).   O objetivo é agregar mais conhecimento técnico para a proteção do cidadão e permitir que o profissional de segurança brasileiro tenha acesso às mais novas ações policiais de preservação da vida, com um custo 60% menor. Realizado uma vez por ano no Brasil, esta é a primeira vez que o curso é dado em Brasília.   Simulação de um resgate de reféns feita no Camping Show dutante o treinamento em Brasília     Quatro oficiais da Swat, nove instrutores do Cati e quatro instrutores do Bope/RJ vão ensinar técnicas de imobilização, administração de crises em ambientes escolares, resgate de reféns, tiro em baixa luminosidade, resgate de reféns em ônibus coletivos, palestras de abordagem noturna, entre outros pontos.   Durante entrevista do instrutor-chefe do Cati, Marcos do Val, às 12h30, haverá simulação de um treinamento tático com a Swat em frente ao Camping Show. Segundo Marcos do Val, em Dallas, nos EUA, há 20 anos a polícia não mata um cidadão acidentalmente.   Durante a semana do curso, haverá ciclo de palestras, todas abertas à sociedade, gratuitamente. Entre os temas estão eventos críticos em ambientes escolares e o emprego da arma de fogo e a preservação da vida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.