Policiais civis de Pernambuco fazem passeata

Os policiais civis pernambucanos, em greve há 35 dias, fazem amanhã à tarde uma passeata pelas ruas centrais da cidade buscando o apoio da população e a reabertura das negociações com o governo do Estado. O presidente do sindicato da categoria (Sinpol), Henrique Leite, espera reunir mil homens na manifestação que sairá da Rua da União, no centro, até a Praça do Marco Zero, no bairro do Recife Antigo. Os policiais estarão desarmados e antes da caminhada vão doar sangue em um ônibus do Instituto de Hemoterapia do Estado (Hemope).Eles também decidiram não incluir o Palácio do Governo no roteiro da passeata para evitar qualquer tipo de confronto com os policiais militares. "Queremos mostrar que a greve não é contra o governo nem contra a população, mas pelos nossos direitos", afirmou Leite. Os grevistas querem 28% de aumento salarial, equivalente ao concedido aos bombeiros e policiais militares neste ano, além de salário-base de R$ 180,00, o que elevaria o salário inicial de R$ 529,00 para R$ 700,00.O governo do Estado ofereceu 10% de aumento - rejeitados pela categoria - e convocou todos ao trabalho, na semana passada, sob pena de desconto dos dias parados. A greve foi considerada ilegal pela Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.