Policiais civis presos por extorsão e envolvimento com quadrilha em SP

Um delegado e dois investigadores do 52º Distrito Policial, do Parque São Jorge, foram presos nesta terça-feira, 29, acusados de extorsão e outros crimes. Segundo investigações, os policiais civis atuavam em conluio com uma quadrilha especializada no contrabando de notebooks e outros produtos vindos do Paraguai.O esquema funcionava do seguinte modo: logo que o comprador recebia os notebooks e os levava para casa, surgiam os policiais, que apreendiam a mercadoria e liberavam o receptador mediante uma propina. O passo seguinte era revender a mercadoria apreendida. No entanto, uma das vítimas do golpe tinha amigos na polícia e alertou os policiais que efetuaram as prisões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.