Policiais militares são encurralados em tiroteio na Rocinha

Doze policiais militares ficaram encurralados na tarde desta quinta-feira, 23, no alto do Morro da Rocinha depois de uma troca de tiros com cerca de 30 traficantes, armados de fuzis, pistolas e granadas. Os policiais foram ao local para checar uma denúncia de que um grupo rival dos donos do tráfico de drogas da favela estaria planejando uma invasão para assumir as bocas-de-fumo da Rocinha.Após três horas de troca de tiros, um morador da favela ficou ferido. Leandro Soares dos Santos foi alvejado na perna esquerda e sofreu escoriações provocadas por estilhaços que atingiram sua cabeça. Levado para o Hospital Miguel Couto, não corre risco de morte.Ao perceber o cerco, os 12 policiais do Grupamento de Ações Táticas do 23º Batalhão da PM pediram reforço. Em poucos minutos, dezenas de homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque da PM estavam na Rocinha para resgatar os colegas. Um helicóptero participou da operação.O Túnel Zuzu Angel chegou a ser interditado por alguns minutos durante o confronto dos policiais com os traficantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.