Policiais militares trocam tiros com bandidos no Morro da Mangueira

Confronto aconteceu menos de dois dias depois da inauguração da Unidade de Polícia Pacificadora

Central de notícias,

05 Novembro 2011 | 12h18

Rio - Menos de dois dias depois da inauguração da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro da Mangueira, na zona norte do Rio, policiais militares trocaram tiros com bandidos nas imediações do Morro do Tuiuti, que faz parte do complexo ocupado pelas forças de segurança.

 

No final da noite de sexta-feira, seis bandidos que haviam roubado um Corolla preto em Vila Isabel atiraram contra três policiais que patrulhavam uma das entradas do Tuiuti ao passar pela Rua São Luiz Gonzaga, em São Cristóvão.

Os policiais revidaram e iniciaram uma perseguição. Equipes do batalhão local apoiaram a ação e encurralaram os assaltantes numa rua sem saída. Eles abandonaram o carro atingido por tiros na lataria e com os pneus furados.

Dois bandidos conseguiram fugir por um buraco num muro em direção à favela, mas a polícia prendeu um terceiro, que foi baleado na perna. Ele foi identificado como Valdênio Godinho da Silva, de 20 anos, suspeito de integrar uma quadrilha da Favela Parque Arará, em Benfica.

 

Um policial foi ferido de raspão no ombro durante a ação, mas passa bem. O caso foi registrado na delegacia da Cidade Nova (6º DP). A Polícia Militar não classificou o episódio como um ataque à nova UPP, mas como mais um caso de intervenção em um assalto em andamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.