Policiais pousam de helicóptero em Copacabana e detêm dois

Equipe realizava um treinamento quando avistou os suspeitos furtando turistas chineses

Felipe Werneck - Agência Estado,

06 Junho 2012 | 16h29

Texto atualizado às 19h36.

RIO DE JANEIRO - Um helicóptero blindado da Polícia Civil pousou nesta quarta-feira, 6, na areia da Praia de Copacabana, na zona sul do Rio, para impedir que garotos supostamente armados com facas assaltassem nove turistas chineses. Os policiais que abordaram os suspeitos sobrevoavam o local após um treinamento para a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que será realizada na cidade de 13 a 22 deste mês.

Havia pouca gente na praia, por causa do tempo chuvoso, e o helicóptero pousou perto do hotel Copacabana Palace. Dois suspeitos foram levados para a Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT) e outros dois conseguiram fugir.

Além de policiais civis, havia um PM do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e um agente da Polícia Federal no helicóptero. O grupo participou do treinamento prático de um curso de piloto sobre a Baía de Guanabara.

Apenas uma das duas câmeras roubadas dos turistas foi recuperada. Dois tiros de pistola foram disparados por policiais na praia. Um dos detidos tem 15 anos. A idade do outro ainda não foi revelada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.