Policiais protestam por salário e condições de trabalho

Cerca de 44 entidades representativas de policiais civis e militares de São Paulo iniciaram esta manhã um protesto no vão livre do MASP, na Avenida Paulista. A manifestação é por reajuste nos salários e melhores condições de trabalho. A reivindicação foi reforçada devido aos últimos ataques promovidos por criminosos, desde a semana passada, contra bases e vários agentes policiais.Fazem parte do movimento, entre outros, as mulheres que ficaram viúvas de policiais que faleceram em serviço. Os manifestantes carregaram um caixão para simbolizar a perda dos parentes e contra as autoridades governamentais. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), apesar do protesto, nenhuma faixa de rolamento da Avenida Paulista, no sentido Paraíso-Consolação, está interditada. De acordo com o Bom Dia São Paulo, da Rede Globo, a idéia da categoria é reunir cerca de cinco mil participantes. Porém ainda não há informações sobre o número de participantes do movimento e se eles pretendem sair em passeata pela região da Paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.