Policial civil é morto em tentativa de assalto no Rio

Mais um policial civil foi morto por criminosos no Rio. O inspetor Henrique Moraes de Melo, de 24 anos, foi baleado ontem à noite ao reagir a uma tentativa de assalto em Cascadura, zona norte da capital. Um bandido foi ferido e outro, preso. Somente durante operações, 39 policiais, entre civis e militares, foram assassinados este ano, segundo cálculo de entidades de classe.O inspetor, que trabalhava havia um ano na delegacia de Vicente de Carvalho, na zona norte, saía de casa, por volta das 23h, quando foi abordado pelos dois assaltantes. O corpo dele será enterrado hoje à tarde, no cemitério de Irajá, na zona norte. O bandido baleado, Luciano Coelho de Paula, está internado no Hospital Carlos Chagas. Para Cláudio Cruz, coordenador do Núcleo de Defesa dos Policiais Civis, integrantes da corporação estão morrendo mais porque estão desviados da função investigativa para auxiliar a Polícia Militar em operações de rua. "Todo dia morre policial civil. Estão utilizando demais os civis para operações nas ruas, em vez PM, num momento em que deveriam preservá-los para as investigações."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.