Policial de UPP recém-inaugurada é baleado no peito

PM da comunidade Camarista Méier, na zona norte do Rio, está internado; no fim de semana, houve confrontos entre bandidos e policiais das unidades da Rocinha e Cidade de Deus

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

09 Dezembro 2013 | 11h50

RIO -  Um policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Camarista Méier, zona norte do Rio, levou um tiro no peito após troca de tiros com criminosos armados. Ele está internado no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, zona norte, e não corre risco de morte.

Segundo o comando das UPPs, o confronto aconteceu às 23h40 do domingo, 8, quando 12 policiais da UPP Camarista Méier patrulhavam o Morro do Gambá. Eles foram surpreendidos pelos criminosos que atiraram contra os agentes. Durante a troca de tiros, o PM ainda não identificado foi baleado. O tiro atravessou o colete balístico e ficou alojado no peito. Os bandidos conseguiram fugir.

O policial foi encaminhado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, zona norte, e depois transferido para o HCPM. O caso foi registrado na 26ª DP (Todos os Santos).

O policiamento foi reforçado por agentes de outras UPPs e, no momento, o clima é de tranquilidade na comunidade. A comunidade Camarista Méier foi retomada pelas forças de segurança em 6 de outubro e a UPP foi inaugurada no dia 2 de dezembro. No fim de semana, houve confrontos entre bandidos e policiais das UPPs da Rocinha e Cidade de Deus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.