Policial é afastado após atirar em interior de ambulância no RS

Polícia instaura inquérito para apurar a conduta do soldado

Luciano Nagel, Especial para O Estado

31 Agosto 2017 | 12h18

PORTO ALEGRE - O Comando Regional da Brigada Militar de Uruguaiana, na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, afastou o policial militar que disparou balas de borracha contra uma ambulância e feriu duas pessoas. 

O caso aconteceu na última terça-feira, 29, durante uma ocorrência de acidente de trânsito no município.

O coronel da Brigada Militar, Kleber Rodrigues Goulart afirmou que foi instaurado um inquérito para apurar a conduta do soldado. "Não houve a melhor técnica durante a abordagem, mas isso ainda será avaliado nos procedimentos", adiantou o comandante. 

A Polícia Civil, que também investiga o caso, afirmou que o soldado da Brigada Militar, após o tumulto, registrou um boletim de ocorrência na delegacia de polícia de Uruguaiana.

"Ele alegou desacato a autoridade e resistência. No dia seguinte a equipe do SAMU, que estava no local do acidente, também registrou o fato na delegacia. O médico e os enfermeiros  relataram dificuldades no atendimento por conta da exaltação do irmão e do policial", esclareceu a delegada Alessandra Siqueira. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.