Policial e filho morrem baleados no Rio de Janeiro

O sargento da Polícia Militar, Rogério Portela Fontes, de 41 anos, e seu filho, Tiago França Fontes, de 19, morreram na manhã desta terça-feira quando foram atacados a tiros em um sinal de trânsito em Padre Miguel, na zona oeste ds cidade. Segundo testemunhas, dois homens em uma moto abordaram as vítimas numa das ruas mais movimentadas da região e efetuaram vários disparos de pistola contra o carro do policial. Os bandidos fugiram sem levar nada, mas acabaram morrendo ao bater em um caminhão.O crime aconteceu por volta das 7 horas. O PM levava o filho para o trabalho quando foi surpreendido pelos bandidos. Uma bala atingiu o policial na cabeça e uma outra acertou o jovem no peito. Ambos morreram na hora. Durante a fuga, os assaltantes atiraram contra um ponto de ônibus. Houve correria, mas ninguém ficou ferido. Um projétil perfurou o portão de uma casa e outro um painel de cerâmica de uma loja.Em uma rua próxima, os bandidos bateram num caminhão. Tiago Bastos Oliveira morreu no local enquanto Tiago da Silva Oliveira chegou a ser levado para o Hospital Albert Schwaitzer, em Realengo, mas não resistiu aos ferimentos. Com eles, os policiais encontraram carregadores e munições para pistola.A polícia trabalha com duas hipóteses para o crime: além de tentativa de assalto, existe a possibilidade de o motivo ser vingança. De acordo com testemunhas, os criminosos eram vizinhos do PM, que morava na Favela da Coréia, em Bangu, também na zona oeste. O sargento era lotado no 16º BPM (Olaria).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.