Policial é salvo por mochila em Porto Alegre

Soldado reagiu a assalto e mochila evitou que ele fosse atingido por tiro

Elder Ogliari, de O Estado de S. Paulo,

20 de dezembro de 2007 | 19h22

Um soldado da Brigada Militar (polícia militar do Rio Grande do Sul) foi salvo pela mochila que carregava em frente ao corpo de um tiro disparado por assaltantes na madrugada desta quinta-feira, 20.  A bala rasgou roupas que estavam dentro, mas não chegou a atravessar a sacola. Mesmo assim, o impacto provocou dores no abdome do policial. Ele não precisou de atendimento médico, registrou a ocorrência numa delegacia e foi dormir em casa. O confronto ocorreu perto de uma passarela da Avenida dos Estados, na zona norte de Porto Alegre. O policial estava caminhando quando foi abordado por dois homens, que anunciaram o assalto, e reagiu.  Na troca de tiros, acabou matando Cristiano Oliveira, de 20 anos, e afugentando Eliandro Martens, de 26 anos, foragido do presídio de Viamão e capturado logo depois na Avenida Fernando Ferrari. O soldado não quis se identificar por temer represálias.

Tudo o que sabemos sobre:
policialPorto Alegre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.