Policial escapa de execução e mata 2 assaltantes

O guarda civil municipal de Barueri Paulo Roberto de Oliveira, de 30 anos, conseguiu livrar-se de uma execução durante um assalto, no final da noite desta segunda-feira, em Osasco, SP.Por volta das 23h o guarda voltava da universidade onde cursa Comunicação Social quando foi rendido por dois bandidos, em um acesso do município de Osasco ao quilômetro 18 da Rodovia Castelo Branco.Edinelson dos Santos Belli, de 26 anos, e Erasmo de Jesus, de 19, armados com dois revólveres, entraram no carro da vítima, um Tempra preto, e começaram a pegar os pertences de Oliveira.Com o relógio, uma aliança, o celular e a carteira da vítima, os bandidos, ao examinarem os documentos verificaram que Oliveira é guarda municipal e disseram que o matariam.Um dos bandidos, que tomou a direção do veículo, entrou em um matagal, em uma travessa da Rua Senna, no Vale do Sol, já em Barueri.Armado com uma pistola 380 e sabendo que se não reagisse não teria chance, o guarda, assim que um dos bandidos parou o veículo no meio do matagal, sacou a arma, atirou, abriu a porta e saiu correndo.Já baleada nas costas após a reação dos bandidos, a vítima foi perseguida e, mesmo caída, ainda atirou contra a dupla. Com um tiro no peito, Erasmo morreu no local. Edinelson também baleado pelo guarda municipal, ainda correu, entrou no Tempra e fugiu; mas invadiu uma residência 200 metros adiante e acabou morrendo.Paulo Roberto de Oliveira foi levado por policiais militares do 20º Batalhão ao Pronto-socorro do Hospital dos Camargos, em Barueri, onde está fora de perigo. O caso foi registrado no Distrito Policial do município.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.