Policial Militar é morto após seqüestro relâmpago em SP

O soldado Denis, da Polícia Militar, foi morto após ter sido vítima de um seqüestro relâmpago na capital paulista, no final da noite de ontem. Segundo o Centro de Operações da PM, o policial estava à paisana e chegava em casa com um amigo, na rua Antônio de Castro Mendonça Furtado, no Butantã, zona Oeste de São Paulo, quando foi rendido por dois bandidos. Após ter dinheiro e cartões roubados, eles foram levados até o km 23 da Rodovia Raposo Tavares, na região de Granja Viana, em Cotia, onde seriam deixados.Antes de abandoná-los no local, os criminosos decidiram revistar as vítimas. Com medo de que fosse identificado como policial, Denis decidiu reagir, lutou com os bandidos e acabou sendo baleado. O amigo conseguiu fugir e avisar a polícia. Denis chegou a ser levado ao Pronto-Socorro da Vila Dirce, em São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.