Policial morre ao reagir a assalto na zona sul de SP

O policial civil Yuri Freire Velasco, de 35 anos, foi morto, às 22h30 deste domingo, ao reagir a uma suposta tentativa de assalto em um semáforo na Avenida Washington Luís com a Rua São Leônidas, região de Santo Amaro, na zona sul da capital paulistana. O policial trabalhava como investigador do 102º DP, na Capela do Socorro, também zona sul. Ao volante de seu Fiat Stilo cinza, o policial foi atingido com um tiro no coração e morreu quando era atendido no Hospital Regional Sul, para onde foi levado por policiais militares. Segundo uma testemunha, ocorreram dois disparos. No momento em que os PMs se aproximaram do carro, o vidro do motorista estava entreaberto. O investigador, cuja pistola calibre 45 foi roubada, estava de folga. Apesar da polícia trabalhar com a hipótese de assalto seguido de morte, não está sendo descartada a hipótese de que o policial tenha sido vítima de uma execução e que o assassino, após atirar no investigador, aproveitou e levou a arma dele. Uma moto foi vista saindo em disparada logo após os dois tiros. Segundo a mesma testemunha que ouviu os disparos, aquela região é conhecida pelo grande número de assaltos.

Agencia Estado,

05 Fevereiro 2007 | 05h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.