Policial morre após tentativa de invasão do CV a uma favela

Morreu na tarde deste domingo, 4, o policial militar Alex Sarmento Mendes, que tinha sido ferido de manhã em confronto na favela Cidade Alta, em Cordovil, zona norte do Rio, com traficantes do Comando Vermelho (CV) que tentavam tomar a favela. Outras seis pessoas ficaram feridas durante o tiroteio. A Polícia Civil acredita que pode haver ligação entre o conflito na favela e o roubo de dois carros na Via Dutra, por causa da proximidade dos eventos e porque carros semelhantes aos roubados foram vistos circulando na favela. Não se sabe ainda se os assaltantes eram daquela comunidade. A relação entre os eventos ainda será apurada. Segundo a Polícia, será apurado também a denúncia de moradores de que a invasão deste domingo dos bandidos à Cidade Alta se deu após uma invasão no sábado do mesmo local por uma milícia, com participação de policiais. O porta-voz da Polícia Militar, coronel Seabra, porém, não vê relação entre os dois eventos. "Uma coisa é o assalto na Dutra, outra coisa é o conflito entre facções criminosas na Cidade Alta", disse. O coronel disse ainda que "é acusação de traficante" a denúncia de que um veículo blindado da polícia abriu caminho para cem homens encapuzados da milícia. "O blindado fazer roteiro de patrulhamento é rotina. Foi feito ontem, está sendo feito hoje e a Polícia Militar vai continuar fazendo", afirmou. De acordo com Seabra, a milícia também é facção criminosa.

Agencia Estado,

04 Fevereiro 2007 | 16h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.