Policial reage a assalto e é assassinado

No final da tarde desta sexta-feira, dois menores foram presos e confessaram ter participado do assalto em que morreu o policial civil Rinaldo de Oliveira Ramos, de 37 anos, mas não assumiram a autoria do disparo da arma. Segundo a polícia, o terceiro menor que participou do latrocínio continua foragido.O policial foi assassinado na noite desta quinta-feira depois de reagir a assalto no Jardim Augusta, em São José dos Campos, no interior do Estado de São Paulo. O crime aconteceu próximo a um shopping da cidade. Ramos estava com a namorada dentro do próprio carro quando três menores tentaram assaltá-los.Armado, o policial reagiu e foi morto com um tiro na nuca. A namorada do policial ficou em estado de choque e pediu para não ser identificada. O irmão da vítima, Reginaldo Ramos, disse que o irmão nunca havia recebido ameaças e que a morte foi uma fatalidade. Ramos estava na corporação da polícia civil há 19 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.